Qual é a melhor opção de tapete para quem tem cachorro em casa?

Quem tem algum animal de estimação sabe como pode ser difícil a adaptação do pet com as regras da casa. Entre chinelos roubados e brinquedos mordidos, os tapetes também podem facilmente ser alvo dos bichinhos. Seja para chamar a atenção do dono ou para marcar território, quando ficam sozinhos, muitos cachorros acabam fazendo xixi nos […]

16 de abril de 2021 0

Quem tem algum animal de estimação sabe como pode ser difícil a adaptação do pet com as regras da casa. Entre chinelos roubados e brinquedos mordidos, os tapetes também podem facilmente ser alvo dos bichinhos.

Seja para chamar a atenção do dono ou para marcar território, quando ficam sozinhos, muitos cachorros acabam fazendo xixi nos tapetes, o que pode estragar a tapeçaria e acumular pelo, levando você a perder a peça de decoração que tanto sonhou.

Mas para dividir a casa com cães e gatos, você não precisa abrir mão de ambientes bonitos e bem cuidados. Basta escolher os materiais corretos, confira as dicas:

Escolha tecidos mais leves

Tapetes são peças que dão um certo charme e aconchego para o ambiente, com isso, a tendência em optar por uma tapeçaria mais “felpuda” é maior.

Porém, quando se trata de animais de estimação que adotam sua tapeçaria, a melhor escolha é considerar acessórios mais simples, de fácil lavagem como os de materiais sintéticos.

Na loja de decoração Wiler-K, os tapetes de Sisal sintéticos são uma ótima pedida para quem tem gatos ou cachorro em casa, já que além de lindos, a lavagem, nesses casos, é fácil e de secagem rápida.

Evite os tapetes muito grossos, que desfiam com certa facilidade ou que acumulem muito pelo.

Evitando as pulgas

Para especialistas, os tapetes menos “felpudos”, com pêlos mais curtos, assim como os de material sintético citados acima, ajudam a evitar a proliferação de pragas como pulgas e carrapatos.

Uma opção boa e barata pode ser o tapete geometrico Clyde, estilo Sisal, mas 100% sintético, ele é ideal para todos os tipos de ambiente.

Cuidando dos móveis

Assim como os tapetes, os sofás também tendem a ser parte da vida dos animais de estimação, por isso vale a pena deixar a dica dos tecidos mais leves por aqui também.

O ideal é investir  em bons tecidos para revestir o mobiliário: microfibra, poliéster, rústico e couro, apesar de mais caros, são os mais recomendados. 

Fuja de tramas largas ou soltas, como a lã e aposte em sofás revestidos por materiais sintéticos são boas escolhas, já que são laváveis.

É preciso pensar no bem-estar do seu pet

Por mais difícil que possa parecer a adaptação do seu bichinho, eles só precisam de tempo e paciência para aprender o que eles devem ou não fazer, afinal, eles são praticamente integrantes da família.

Até lá, proteja sua tapeçaria que precisa de um maior cuidado e utilize os materiais corretos para fugir das dores de cabeça que provavelmente vão surgir, ou já surgiu com o animal.

Evite móveis com tecidos como algodão, linho e seda. Se você prefere tecidos mais refinados, a dica é fazer uma capa resistente que pode ser retirada quando for receber visitas com materiais que você pode encontrar aqui.

Mas, lembre-se de que é possível sim ter equilíbrio com ambientes lindos e ao mesmo tempo adaptados para uma boa convivência com os gatos e cachorros.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/wiler-k/www/blog-new/wp-includes/functions.php on line 5219

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/wiler-k/www/blog-new/wp-includes/functions.php on line 5219