Qual o melhor tipo de cortina para decorar o quarto?

Responsável por trazer beleza, conforto, controlar a iluminação do quarto e adicionar um enorme charme à decoração, as cortinas garantem um clima mais aconchegante, além de cuidar da privacidade desse ambiente mais íntimo da casa. Porém, não se engane: escolher uma cortina para o quarto não é uma tarefa fácil. Existem inúmeras opções de cores, […]

5 de abril de 2021 1

Responsável por trazer beleza, conforto, controlar a iluminação do quarto e adicionar um enorme charme à decoração, as cortinas garantem um clima mais aconchegante, além de cuidar da privacidade desse ambiente mais íntimo da casa.

Porém, não se engane: escolher uma cortina para o quarto não é uma tarefa fácil. Existem inúmeras opções de cores, tecido, acabamento e outros detalhes que devem ser usados a seu favor, para dar um efeito mais que decorativo ao espaço. 

Por isso, separamos algumas dicas para simplificar essa tarefa e te inspirar!

Cuidado com as medidas 

Antes de comprar ou mandar fazer a sua cortina, é fundamental verificar as medidas mais de uma vez para não ter erro. 

A maior dica aqui é deixar uma “sobra” com cerca de 20 a 30 centímetros de ambos os lados para que, tanto as cortinas de varão, quanto as de trilho, fiquem esteticamente perfeitas e funcionais, impedindo a entrada de luz nas laterais.

É preciso considerar, por exemplo, onde ficará o suporte. Se você quiser escondê-lo no teto, a cortina precisa ser maior para alcançar toda a janela. Se a área de vidro for do teto ao chão, também é preciso se preocupar com isso.

Diferente dos “cômodos molhados”, as cortinas dos quartos ficam muito mais charmosas quando vão do teto ao piso, mantendo sempre 2 a 4 cm do piso para não arrastar no chão e sujar as barras, prejudicando a higiene do cômodo.

Se a sua janela for baixa, o bacana é instalar a sua cortina em uma altura maior que ela, para não dar a impressão que o ambiente é achatado.

Definindo a cor da cortina

Diferente de toda a casa, o quarto precisa ter uma harmonia maior por ser um ambiente de descanso e tranquilidade, um fator importante na escolha da cor desta peça.

Se você quer transmitir essa sensação de serenidade e intimidade, vale a pena recorrer a peças de cores mais neutras como o branco, nude, bege e o cinza.

Essas cores mais frias podem tornar a decoração do quarto mais fácil, uma vez que são ótimas combinações para qualquer tipo de decoração.

Por outro lado, também é possível ousar com cores mais fortes, como o vermelho, rosa, lilás, verde ou azul, que ajudarão a dar mais alegria e personalidade ao ambiente. Só basta ter equilíbrio para dosar com as cores dos demais móveis do cômodo.

É importante ressaltar que tons mais escuros e intensos costumam desbotar com a luz do sol conforme o tempo passa, portanto você também deve considerar a intensidade de luz que entra no ambiente na hora de decidir as cores da cortina.

Principais modelos e tecidos de cortina

Por aqui, antes de tudo é preciso entender quais são as suas necessidades. 

Se o objetivo for impedir a entrada de luz no quarto, por exemplo, a melhor pedida são as persianas ou as famosas blackout.

Mas, se você pretende filtrar a luz que entra no ambiente, a aposta deve ser em tecidos mais leves como voil ou shantung. Elas são mais fáceis de lavar e com certo cuidado, podem durar muito tempo mesmo com janelas sempre abertas.

Confira algumas opções:

Persianas

Um tipo prático para permitir maior controle da luminosidade que entra no ambiente, as persianas são perfeitas para quartos joviais ou para quem deseja um toque maior de sofisticação ao ambiente. Na Wiler-K é possível encontrar persianas de diversos materiais, que vão de madeira a tela solar.

Blackout

Esse tipo de cortina é feito com um material mais espesso e tem a função de bloquear totalmente a entrada de luz, além de aumentar o isolamento acústico do ambiente. No quarto, o tecido é ideal para aumentar a qualidade do sono, pois garante que o “escurinho” dure até a hora de acordar. 

Muitas pessoas reclamam do efeito “plastificado” que o estilo propõe, mas hoje em dia existem diversas opções de cortinas blackout com tecidos mais leves e em diferentes cores. Você pode conferir alguns tecidos aqui.

Cortina de voil

Esse é o modelo mais clássico de cortina por se destacar pelo caimento. Ele pode ser utilizado tanto sozinho para dar um toque de leveza, quanto em conjunto com algum tipo de forro e/ou uma cobertura mais espessa.

Linho

Tecido muito utilizado na decoração por sua resistência e durabilidade, é formado através de fibra extraída da planta linácea. Por ser uma fibra natural o tecido linho quando de qualidade amassa facilmente.

Seda

É um tecido muito macio e sofisticado normalmente usado em duas camadas ou combinado a outro tecido para ficar mais firme. Por ter boa condutividade elétrica, no inverno se torna mais quente, e no verão mais frio.

Shantung

Tecidos mais encorpados como o Shantung são altamente recomendados por aumentarem a sensação de aconchego. O caimento deste modelo tende a ser muito mais luxuoso. Também são ideais para controlar a luminosidade de janelas grandes e portas de varandas.

Rolô / Painel

Indicadas para ambientes em estilo clean e contemporâneo, elas são muito práticas e a maioria dos tecidos adequados a esse modelo são fáceis de limpar e, assim como as blackout, são ideais para quem deseja diminuir a iluminação do ambiente.

Acessórios de cortina 

Para dar aquele toque final, os acessórios são peças indispensáveis para quem quer incluir um toque charmoso à decoração. 

Para os modelos de tons mais neutros, a utilização se faz necessária para prender a peça e aumentar a ventilação do ambiente quando a janela está aberta. 

Confira alguns modelos que darão aquele toque especial ao seu cantinho:

É importante frisar que a segurança também deve ser um ponto crucial a ser levado em consideração na hora de colocar o seu projeto em prática. Uma cortina cujo suporte não seja muito firme, por exemplo, pode ser puxada e causar acidentes diversos.

A escolha da cortina para quarto é um dos principais passos para acertar em cheio e ter a melhor experiência no ambiente. Aproveite!


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/wiler-k/www/blog-new/wp-includes/functions.php on line 5219

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/wiler-k/www/blog-new/wp-includes/functions.php on line 5219